quinta-feira, 28 de julho de 2016

Ganna Rizatdinova fala à XSPORT.ua - Rio 2016

A ginasta Ganna Rizatdinova esteve na estreia do filme "Сила воли" (Race: 10 Segundos de Liberdade). À saída da sala de cinema, em Kiev, Rizatdinova foi abordada por um repórter da XSPORT.ua.

A ginasta falou um pouco sobre o filme em estreia. Este fala sobre um atleta negro que alcança um lugar nos Jogos Olímpicos de 1936, em Berlim durante o domínio Nazi. Nesses JO a verdadeira vitória era a ideologia defendida, a dignidade humana e a igualdade contra os valores de Hitler. O atleta tenta ganhar, demonstrando que no desporto tem de ganhar o melhor.

Ganna falou também sobre a situação psicológica ideal de uma ginasta olímpica e da sua ida para Vitória e para o Rio de Janeiro.

Para terminar a entrevista falou sobre a ameaça do vírus Zika.

Veja a curta entrevista e a sua tradução.



O filme "Сила воли" (Força de Vontade)
"Nós gostámos muito do filme, ainda bem que conseguimos vir hoje. Recebemos uma recarga de emoções e mergulhamos mais uma vez na atmosfera/ambiente dos Jogos Olímpicos. Falta pouquíssimo tempo e tudo que esteja relacionado com desporto motiva-me imenso. Apesar de tudo este filme mostra que o desporto está fora da política e os atletas provam tudo, no meu caso no praticável, no caso deste filme num estádio. Mas apesar de rivais, os desportistas são amigos e levam uma luta justa entre eles afastando todas as questões exteriores ao desporto. Fiquei emocionada ao ver o filme e até comentei com as meninas que me apetecia ir já para o pavilhão, pois tive mais uma vez a noção da grandiosidade do evento que nos espera. Cada dia falta menos e menos para chegar ao ponto de chegada que é o sonho de toda a minha vida, para mim é a segunda olimpíada mas acredito que esta será a mais marcante e inesquecível, porque o caminho que fiz até ela já foi mais consciente e gostava muito que ela fosse bem sucedida para mim."

Aspetos psicológicos
"O mais complicado será lidar com a pressão e psicológico no dia da prova, pois os dois minutos antes de entrar em prova são os mais importantes. Eu sei que todas as ginastas estão preparadas a 100% e todas dão o seu melhor. Mas realmente quem souber vencer o pânico interior nesses minutos antes da entrada no praticável, acredito que será o vencedor."

A ida para o Rio
"Agradeço às minhas treinadoras a oportunidade que nos dão de irmos duas semanas antes da competição para Rio. A nossa modalidade é uma das últimas e quando todos os nossos colegas já terminaram, a nossa competição começa.
Nós vamos treinar na cidade de Vitória, ao lado do Rio, mas fazemos a aclimatação na mesma. Os nossos aparelhos vão se adaptar às novas condições de humidade e penso que estaremos a 100% no início da prova."

A ameaça do vírus Zika
"Para os atletas, os Jogos Olímpicos são um acontecimento tão importante que mesmo que houvesse um terramoto, um tsunami ou outra calamidade qualquer nós arranjávamos maneira de estar presentes. Estamos a falar do trabalho e sonho de uma vida e não há nada que nos faça desviar do percurso."

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...