quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Bezzoubenko (CAN) lidera em Glasgow 2014

PATRICIA BEZZOUBENKOBezzoubenko lidera pelo Canadá – com uma pequena ajuda da Rússia – em Glasgow

GLASGOW, Escócia - Patricia Bezzoubenko vive com os seus pais num pequeno apartamento alugado em Moscovo, a uma viagem de autocarro do centro de treinos onde ela pratica ao lado das top ginastas de rítmica da Rússia.

Mas esta semana nos Jogos da Commonwealth, Bezzoubenko espera subir ao pódio pelo Canadá.
“Eu quero trazer glória para o Canadá.”, disse Bezzoubenko após uma sessão de treino em Glasgow.












PATRICIA BEZZOUBENKO1A ginasta de 17 anos, nasceu em Vancouver e tem dupla nacionalidade, pois a família mudou-se para a Rússia quando ela tinha apenas quatro anos. Ela tem sido capaz de mostrar a força do desporto num país que exclui ginastas de topo (pelo excesso de ginastas) como se faz a jogadores de hóquei.

A atual campeã canadense, por duas vezes quase “varreu” as medalhas de ouro nos campeonatos Pacific Rim no início deste ano – ganhou 4 de ouro, uma de prata e uma de bronze – e existe esperança em torno desta ginasta, que com o seu potencial, poderá repetir os bons resultados.

“Nós vamos lutar por isto.” disse a sua treinadora Svetlana Joukova.
O Canadá tem uma tradição de sucesso no desporto nos Jogos da Commonwealth, com Alexandra Orlando que ganhou todas as seis medalhas de ouro em Melbourne, Austrália, em 2006.

Orlando
A ágil adolescente, que tem Thornhill, Ont. (Vancouver) como a sua cidade natal, começou a ginástica porque “a minha mãe queria que a sua filha fosse feliz e saudável.” disse ela.

Ela estava a viver e a treinar em Moscovo à cerca de cinco anos quando a treinadora da equipa nacional Russa contactou Joukova.

“Quando a treinadora russa descobriu que ela tinha o passaporte Canadense, contactou-me imediatamente, e disse que gostava de observar para esta rapariga, e talvez houvesse mais futuro para ela no Canadá.” - disse Joukova, que também treinou Alexandra Orlando. “ Por isso ficámos realmente agradecidos por isto.”.

PATRICIA BEZZOUBENKO2“Eu acho que há mais possibilidades para ela competir pelo Canadá, de subir e de continuar a estar no topo. Mas como é óbvio os estabelecimentos de treino na Rússia têm ajudado muito para ela estar em boa forma, com bons resultados, boas coreografias…”

Bezzoubenko fez a sua estreia sénior na época passada e quando ela acabou em 25º no Campeonato do Mundo – perdendo o 24ª lugar no all-around final “ por cerca de 0.007” disse a sua treinadora – Para estes resultados Joukova contou com a ajuda da equipa nacional russa.

Então a Canadense treina agora no melhor recinto da Rússia, ao lado das três melhores ginastas do país. Mas é um investimento caro pois os seus pais pagam 1,000€ por mês para treinar, mais outros 1,000€ mensais para extras como a coreografia.

Bezzoubenko acorda às 6 da manhã todos os dias para apanhar o autocarro para treinar um dia que inclui duas sessões de treino, cada uma com duração de até três horas.

PATRICIA BEZZOUBENKO3“Basicamente é assim todos os dias.” Disse Joukova. “Mas ela está apaixonada pela ginástica.”
Ela viaja de trás para a frente para o Canadá para treinar com Joukova, mas o centro de treinos em Toronto é “Um pouco como um armazém.” disse a treinadora.

Ela espera frequentar a Universidade no Canadá, possivelmente em Vancouver, disse ela, pelo seu amor à cidade.

Bezzoubenko irá juntar-se a Annabelle Kovacs de Vancouver e de Montreal, Maria Kitkasska para os Jogos da Commonwealth. As qualificações individuais são na quinta-feira no SSE Hidro, uma arena que se assemelha a uma nave espacial inclinada para um lado. O local tem capacidade até 13 000 pessoas, e foi inaugurado oficialmente em Setembro no ano passado, com um concerto de Rod Stewart.

As finais de individual all-around são sexta-feira, com as finais por aparelhos programadas para Sábado.

Loni Fung venceu a única medalha Olímpica pelo Canadá na modalidade, quando a ginástica rítmica fez a sua estreia em 1984.

A modalidade tem ginastas individuais ou conjuntos de cinco ginastas a executar um exercício, com maças, arco, bola, fita e corda.

A Rússia tem o segundo maior número de medalhas no Campeonato do mundo na modalidade atrás da Bulgária. E com 15 anos de idade Yana Kudryavtseva fez história no ano passado em Kiev, na Ucrânia, como a mais jovem campeã do mundo.

Yana


Fonte: https://ca.sports.yahoo.com/news/bezzoubenko-leads-canada-little-help-russia-glasgow-194611113--spt.html
Tradução: Joana Rosa e André Reis

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...